ColunistasFernando Santos

A construção de um mundo melhor começa dentro da gente

Psicanalista Fernando Santos

 

Um repórter foi às ruas para entrevistar algumas pessoas que se reuniram para protestar. Então perguntava: “Por que você está aqui?” A maioria nem sabia explicar o que estava cobrando, não entendiam o assunto, alguns deixavam claro que só estavam ali por uma questão de rivalidade e apenas ofendiam terceiros, outros só estavam lá porque foram chamados por amigos ou até mesmo foram pagos para segurar uma placa e gritar.

É essa humanidade que espera melhoria nos dias atuais. “Ah, mas não podemos generalizar, existem muitas pessoas sensatas que lutam por seus direitos de maneira correta.” Obviamente existe e, com toda certeza, elas não estão no mesmo meio dessas pessoas entrevistadas. Elas lutam de uma maneira muito mais inteligente e têm consciência do que estão fazendo. E sabe como elas começam essa luta? Arrumando a própria cama, o guarda roupa, a casa. Aprendendo a escovar direito os dentes, pois se você perguntar para qualquer dentista hoje, a maioria das pessoas nem sabe a maneira correta de escovar os dentes.

Enfim, a pessoa que realmente faz a diferença é aquela que diz: “Obrigado”, “Com Licença”, “Por Favor”, “Perdão”; Que cumprimenta e trata bem o porteiro, a faxineira, o gari e todos os demais com igualdade. Que não se exalta no trânsito, pois não há sentido nisso. Que até mesmo canta e dança no chuveiro ou na frente do espelho. Que procura dar o melhor de si em tudo o que faz, mas sem pressão, pois entende que no meio desse caminho existem tropeços, e esses tropeços são fundamentais para que aja reconhecimento e correções.

Alguém que se interessa, estuda e busca adquirir conhecimentos que lhe façam ter mais sabedoria diante os conflitos internos, externos e que, principalmente, passam isso adiante, ensinam aos seus filhos esses princípios. São essas pessoas que entenderam o significado da palavra EVOLUÇÃO. Caso contrário, ficar gritando por aí fazendo cobranças para satisfazer apenas o seu ego ferido é pura hipocrisia e ignorância.

Esperar mudança nos outros, no governo ou no mundo… é ignorância. Tudo isso, por mais que você queira, não está sob seu controle. O que está sob seu controle é a SUA própria mudança, suas atitudes, seus pensamentos. Por exemplo: Está sob seu controle votar em algum político que atenda melhor, não as suas, mas as expectativas do seu país, do seu estado, da sua cidade, do seu bairro, porém, se ele(a) realmente vai vencer é outra história, não está sob seu controle nem mesmo se ele(a) vai cumprir o que prometeu caso vença.

Quando algo não atende as expectativas, ficar com raiva, falar mal, reclamar, brigar… é pura ignorância, você já devia estar ciente de que expectativas não são garantia de nada, é algo óbvio e, como o óbvio precisa ser dito…aqui estamos. Essas atitudes irracionais só o deixarão ansioso, estressado e, em alguns casos de agressões verbais e físicas, podem ter consequências trágicas.

Lembrando que cobrar de forma pacífica (e sempre seguindo o bom senso) por melhorias no relacionamento, na família, na política, nas leis e por direitos que beneficiem a população COMO UM TODO e não apenas o seu ego, é, e sempre foi, válido. São essas cobranças que estão dando o valor que as mulheres sempre mereceram, assim como também merecem as pessoas homossexuais, entre outros.

Como você viu, existe uma grande diferença entre cobrança e reclamação, também vale ressaltar que existe uma grande diferença entre cobrança do ego e cobrança patriota. A cobrança do ego é, inconscientemente, a vitimização de uma criança ferida por não ter conseguido ganhar o “brinquedo” que queria ou por ter o perdido. É uma busca por um benefício APENAS pessoal.

A cobrança patriota ou, podemos também chamar, cobrança familiar, é aquela que realmente pode mudar o mundo para melhor, a sua família, o seu relacionamento, mas sempre se deve lembrar de que é uma luta que não te dá garantia nenhuma, logo, não caia na armadilha de prejudicar a sua saúde mental e a dos outros.  Lembrando que cobrar apenas porque você ou um grupo específico foi ou será prejudicado também se torna ignorância se você não dá importância para o contexto geral.

É a mesma coisa que brigar e ficar indignado por ter sido demitido, quando na verdade a empresa precisou reduzir custos para não entrar em falência, logo, tiveram de tomar tal atitude de demitir algum setor ou alguns funcionários nesse momento para que, futuramente, não prejudique a empresa inteira e todos os funcionários. E você, de forma ignorante, pensando apenas no “seu umbigo”. O que mais vemos hoje são pessoas fazendo cobranças do ego, sem ao menos entender de fato o que estão pedindo e sem dar importância ao contexto geral. Será que você é essa pessoa? Reflita.

Faça Terapia ou uma consultoria mental/comportamental.
Psicanalista Fernando Santos
42 99913-6010

Posts relacionados
ColunistasPodcast

Paulo Melo: Passando a Limpo a atração de investimentos para PG e os Campos Gerais

Ouça o comentário de Paulo Melo sobre a atração de novos negócios para a região dos Campos Gerais Compartilhe isso:Facebook
ColunistasDestaquesPodcast

Paulo Melo: Passando a Limpo os principais destaques internacionais

Ouça o comentário de Paulo Melo no Portal MZ Notícia Compartilhe isso:Facebook
ColunistasFernando Santos

Você é um Professor para seus filhos? Ou um Carrasco?

Se você não fizer seus filhos acreditarem que são lindos, inteligentes e capazes de lutar pelos seus sonhos, eles crescerão achando que… Compartilhe isso:Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chat online
1
Olá. Posso ajudar?
tudo bem ?
Fique a vontade para mandar mensagem :)
faça parte do nosso grupo do Whatsapp