ParanáPonta Grossa

APP Sindicato faz protesto pela paralisação das aulas presenciais

Foto: Assessoria APP Sindicato

 

 

O sindicato é contrário ao retorno presencial das aulas enquanto 70% da população não for vacinada

No início da tarde desta sexta-feira (11) representantes dos professores da rede estadual de ensino através da APP Sindicato realizaram protesto em frente à prefeitura, o movimento é contrário ao retorno das aulas presenciais. Professores afixaram 23 cruzes com nomes de funcionários da educação que perderam suas vidas em decorrência da Covid-19.

Em frente à Prefeitura de Ponta Grossa, professoras e professores fincaram cruzes no gramado e expuseram faixas de protesto. “As cruzes que colocamos em frente ao Palácio da Ronda tem o nome das escolas da região onde houve mortes e contaminações depois do retorno presencial. É um absurdo a manutenção das escolas abertas no momento em que há um agravamento da pandemia. Isso tem aumentado o risco de morte de estudantes, professores e funcionários das escolas”, disse a professora Rosane.

 

Uma coroa de flores em homenagem às vidas perdidas também foi deixada no local, além de uma faixa com os dizeres “Sim a vida! Não ao retorno das aulas”. Foi realizado ainda um protesto em frente a sede do Núcleo Regional de Educação pedindo pela paralisação das aulas e vacinação dos trabalhadores da educação.

Em frente ao Núcleo Regional de Educação, a diretora da APP-PG, Andrea Souza, destacou que o governo comete uma arbitrariedade ao obrigar à volta às aulas no modelo presencial sem a vacinação de todos. “Fizemos uma homenagem a todas as pessoas que morreram por causa da pandemia na cidade, na região e no Brasil. Protestamos contra o descaso do governo federal e do governador Ratinho Júnior, assim como a ingerência do secretário de Estado da Educação, Renato Feder e lamentamos a insensibilidade da Prefeitura de Ponta Grossa”.

Os colégios estaduais no município de Ponta Grossa retornaram com as aulas presenciais no modelo híbrido no dia 24 de maio, onde o Núcleo Regional de Educação priorizou o retorno de alunos em situação vulnerável e sem acesso à internet.

Na sequência apenas alunos autorizados pelos pais frequentam as unidades de ensino de maneira escalonada, já os pais que não permitiram o retorno dos filhos para as aulas presenciais, estes permanecem com o aprendizado de maneira remota pelas plataformas digitais oferecidas pelo estado.

 

 

Redação Portal Mz Notícia
Comentários
Posts relacionados
DestaquesPolicialPonta Grossa

Homens entram armados em estabelecimento e realizam roubo em PG

Na manhã desta segunda-feira (21), dois indivíduos efetuaram roubo em um estabelecimento comercial. Armados por uma arma de fogo, revólver dirigiram-se ao… Compartilhe isso:TwitterFacebook
DestaquesPolicialPonta Grossa

Homem tenta furtar casa mas é pego pela PM

Na manhã desta segunda-feira (21), a Polícia Militar deu atendimento a uma ocorrência de furto. No local, a vítima, um homem de… Compartilhe isso:TwitterFacebook
CoronaDestaquesPonta Grossa

Wosgrau sofre paradas cardiorrespiratória, mas segue na luta pela vida

O Portal MZ Notícia apurou, junto à fontes da área médica, que o ex-prefeito de Ponta Grossa sofreu duas paradas cardiorrespiratórias ao… Compartilhe isso:TwitterFacebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chat online
1
Olá. Posso ajudar?
tudo bem ?
Fique a vontade para mandar mensagem :)
faça parte do nosso grupo do Whatsapp