Saúde

Cannabis medicinal pode aliviar sintomas do tratamento do câncer

24/11/2020 | 20:00 Por Notícias Mz Modificado em 24, novembro, 2020 8:00

O câncer é uma doença que mata cerca de 7,6 milhões de pessoas por ano no mundo, número que poderia ser menor caso os exames preventivos fossem levados a sério. No Brasil o câncer de próstata é o segundo tipo mais comum entre os homens, conforme o Instituto Nacional de Câncer (Inca). A estimativa em 2019 apontava para o aparecimento de 68 mil novos casos dessa doença naquele ano. O mais comum é que pessoas acima de 50 anos de idade sejam as maiores vítimas, porém o câncer pode surgir em qualquer idade e aí entra a importância do cuidado preventivo.

Assim como o Outubro Rosa chama a atenção das mulheres, Novembro Azul foi instituído para conscientizar sobre a saúde do homem. Mas, diferente do que muitas pessoas possam imaginar, para cada tipo de câncer existe um tratamento – e em todos é possível amenizar os efeitos da ansiedade, provocada pela descoberta da doença, com o Canabidiol (CBD). Desde maio desse ano é possível comprar a medicação nas farmácias brasileiras, com prescrição médica.

Atuando na Medicina Integrativa e Cannabis Medicinal, a médica Ailane Araújo, é uma das primeiras a prescrever a cannabis no Brasil. Ela explica que a cannabis é uma opção eficaz e segura para ajudar os pacientes a lidar com os sintomas relacionados à malignidade e o tratamento da doença, como náusea, vômito, perda de apetite, fadiga, enfraquecimento do sistema imunológico, distúrbios do sono, dor, ansiedade e depressão. “Em um cenário em que o médico geralmente prescreve um medicamento para cada sintoma, a cannabis se torna uma opção terapêutica multifacetada, com a capacidade de aliviar uma variedade de sintomas, corroborando para a diminuição no número de medicamentos usados. Ela pode ser considerada não apenas como um complemento ou uma alternativa a um controle específico de sintomas, mas como uma abordagem geral à qualidade de vida”, afirma.

Segundo Ailane, todo paciente com câncer teve uma alteração no DNA, que levou a um crescimento anormal das células que perderam a capacidade de morrer. Iniciando o crescimento de uma massa sólida, o tumor, pode crescer e invadir tecidos ou órgãos a distância sendo considerado maligno. A cannabis além de ajudar na proteção de células saudáveis, inibe o crescimento do tumor por meio da morte e bloqueio das células cancerígenas, interrompendo o crescimento celular e impedindo a invasão para outros tecidos e órgãos, as metástases. Ela atua na causa nas bases bioquímicas de cada indivíduo.

Ela destaca ainda que “a cannabis reduz a carga dos sintomas do paciente, dando mais qualidade de vida, dando uma vida mais digna a esse paciente fazendo com que ele consiga viver e não sobreviver. Muitas vezes, o paciente tem a redução do tumor ou até mesmo o extermínio do mesmo, que vemos através de exames”, observa a médica.

Assessoria de imprensa

 

Você tem algum comentário, dúvida ou opinião? Conta pra gente!


Chat online
1
Fale com o Portal MZ!
Tudo bem?
Fique à vontade para mandar mensagem :)
Faça parte do nosso grupo do Whatsapp!!