Policial Ponta Grossa

Caso Natalhia Deen: Acadêmico da UEPG vai a jurí dia 15 pela morte da ex

07/12/2020 | 11:10 Por Notícias Mz Modificado em 07, dezembro, 2020 11:10
Assassinato ocorreu em abril de 2018; Mateus Gonçalves permanece preso

O Tribunal do Júri estará reunido no dia 15 de dezembro, na próxima terça-feira, para o julgamento de Mateus Gonçalves, autor do homicídio que vitimou Natalhia Deen, na madrugada de 6 de abril de 2018.

Mateus e Natalhia, ambos acadêmicos de Agronomia, haviam terminado namoro de alguns meses. Na noite do dia 5 de dezembro ambos estavam em um bar, mas em mesas separadas. Ela deixou o local com amigos antes dele e retornou para o apartamento, onde morava com o irmão, em Uvaranas.

De acordo com o que consta nos autos, Mateus passou a ligar insistentemente para Natalhia, que não atendia nem respondia aos insultos enviados por mensagens. Já no início da madrugada, Mateus foi até o apartamento e não teve dificuldades para ter acesso, pois era conhecido dos porteiros devido o seu relacionamento com a vítima.

Natalhia não atendeu as batidas na porta. Mateus, então, forçou a entrada e desferiu várias facadas na ex-namorada. Ao tentar salvar a irmâ dos ataques, Carlos Deen entrou em luta com Mateus, mas também acabou ferido. A jovem entrou em óbito e Carlos levado ao hospital por socorristas do Siate.

Mateus foi encontrado horas depois escondido no Bloco M do Campus de Uvaranas da Universidade Estadual de Ponta Grossa – UEPG. Levado por policiais à sede da 13ª Subdivisão Policial, foi autuado em flagrante. Ele permanece recolhido ao Setor de Custódia Hildebrando de Souza, no Santa Maria.

Luís Carlos Pimentel- Portal Mz Notícia

Você tem algum comentário, dúvida ou opinião? Conta pra gente!


blank

Chat online
1
Fale com o Portal MZ!
Tudo bem?
Fique à vontade para mandar mensagem :)
Faça parte do nosso grupo do Whatsapp!!