Geral Vitrine

Denuncia de estupro contra modelo movimenta redes sociais 

04/08/2022 | 20:09 Por Redação MZ Modificado em 04, agosto, 2022 8:09

A modelo Priscila Trindade, de 28 anos, usou seu perfil nas redes socias para relatar um estupro. De acordo com a modelo, o crime foi praticado pelo modelo Bruno Krupp, que está  preso preventivamente pelo atropelamento e morte de um adolescente de 16 anos. 

De acordo com Priscila, o caso aconteceu há seis anos, quando ela foi para uma festa em Niterói, e dormiu na casa de Krupp.

Priscila declarou: “Ele chegou bêbado às 6h da manhã e me pegou à força. Falei várias vezes para ele parar, e ele literalmente me forçou. Forçou MESMO. Depois de muito relutar, cedi e foi horrível. Era muito constrangedor porque, se eu gritasse, iria acordar a casa inteira, e não tive coragem de ter uma atitude mais drástica. No meio da situação, ele pegou o celular e ainda tentou me gravar sem roupa na cama dele. Fiquei chateada, mas ele falava tanta coisa idiota, que eu só pensava em ir embora”

Após o relato da modelo, cerca de 40 mulheres entraram em contato com Priscila pela rede social, descrevendo situações semelhantes feitas por Bruno Krupp.

Na quarta-feira (03), Priscila procurou a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá e se apresentou como testemunha de um outro caso de estupro envolvendo Bruno Krupp. A jovem também registrou ter sido vítima do mesmo crime, em 2016.

De acordo com a defesa de Krupp, as denúncias que não foram formalizadas, dizem respeito a pessoas querendo se beneficiar da situação.

Você tem algum comentário, dúvida ou opinião? Conta pra gente!


blank

Chat online
1
Fale com o Portal MZ!
Tudo bem?
Fique à vontade para mandar mensagem :)
Faça parte do nosso grupo do Whatsapp!!