Brasil Vitrine

Enfermeira é assassinada por agiota

03/08/2022 | 15:41 Por Eduardo Matheus Modificado em 03, agosto, 2022 3:41

A Polícia Civil disse que um dos presos pela morte da técnica de enfermagem Danyanne da Cunha Januário da Silva, de 35 anos, planejou o crime por conta de uma dívida que contraiu com ela. Dois suspeitos, de 24 e 26 anos, foram detidos e um ainda não foi identificado.

Segundo a investigação, os dois detidos atuavam em um esquema de agiotagem com Danyanne. Ela emprestava o dinheiro e eles eram responsáveis por captar “clientes”. No entanto, um deles passou a inventar empréstimos e a pegar o dinheiro para si mesmo. A polícia afirma que a vítima não chegou a cobrar a dívida, mas o suspeito decidiu matá-la para não pagar o débito.

Aos policiais, os criminosos disseram que a dívida era de R$ 35 mil. Mas familiares da vítima afirmaram que ela mantinha todos os empréstimos anotados, e que o valor podia chegar a R$ 80 mil.

“Ela trabalhava com agiotagem. Ela praticava o crime de usura. Eles eram os sócios dela nessa empreitada. E um deles começou a pegar dinheiro com ela como se fosse para terceiros, mas, na verdade, era para ele. Esse valor chegou em uma quantia que ele não conseguiria pagá-la. E por esse motivo, ele resolveu matá-la”, afirmou em coletiva de imprensa a delegada Valma Milograna, chefe da 29ª DP, no Riacho Fundo I.

Esquema de agiotagem

Segundo a Polícia Civil, Danyanne emprestava o dinheiro com juros de 50% no pagamento. Os dois comparsas eram responsáveis por angariar pessoas interessadas. Eles ficavam com 60% do valor dos juros, e a mulher, com 40%.

Com um dos suspeitos, ela já atuava há cerca de dois anos. Já com o outro, desde fevereiro deste ano. De acordo com a polícia, eles ganharam a confiança dela e aproveitaram para simular clientes e pegar dinheiro para uso próprio.

Em depoimento, os criminosos disseram que temiam alguma possível retaliação se não pagassem a dívida. No entanto, os investigadores afirmam que a análise das mensagens entre suspeitos e vítima indica que ela não desconfiava ou tinha feito qualquer cobrança quanto ao dinheiro.

Planejamento do crime

Segundo o delegado Lúcio Valente, da 29ª DP, cerca de duas semanas antes do crime, um dos suspeitos passou a falar com o outro que queria “dar um fim” em Danyanne. A polícia afirma que eles foram ao local onde a vítima foi executada, em um terreno no Incra 9, em Brazlândia, para avaliar o espaço.

Por isso, os investigadores afirmam que a técnica de enfermagem foi vítima de uma emboscada. De acordo com as apurações, o repasse do dinheiro dos empréstimos costumava ser feito presencialmente, no Riacho Fundo I.

No dia do crime, os suspeitos entraram em contato com a mulher, dizendo que fariam o repasse desse dinheiro. Ela nem levou o celular, porque imaginava que o encontro seria rápido e deixou os dois filhos, de 11 e 13 anos, em casa.

No local marcado, um terceiro homem apareceu e simulou um assalto. Os três levaram a vítima até Brazlândia, e lá ela foi morta. Segundo a polícia, a suspeita é que ela tenha levado um tiro na cabeça.

Ainda de acordo com a corporação, um dos criminosos confessou o crime, mas o segundo nega. O terceiro, que teria sido o responsável pelo tiro que matou a vítima, ainda não foi identificado.

Os suspeitos foram autuados em flagrante por ocultação de cadáver e, segundo a polícia, serão responsabilizados também por homicídio qualificado e roubo de veículo.

Desaparecimento e morte

Danyanne estava desaparecida desde 27 de julho. O corpo dela foi encontrado na manhã desta quarta-feira (3).

No dia do desaparecimento, o carro da vítima foi flagrado por um radar, na BR-040, perto de Valparaíso, no Entorno do DF. Até esta quarta-feira, o veículo ainda não tinha sido encontrado.

Com informações do G1.

Novo comentário

  • Juliano Almeira disse:

    Muito bom mesmo, Adorei seu conteudo, Você usa o software chamado: PCG Programa Classificados Grátis usando ele você pode anunciar seu site material em mais de 350 sites de anuncios de forma automática usando esse programa, com certeza vai ter muito resultado com seu material ou para divulgar seu conteudo, é só pesquisar no Google pelo nome do software. Seu artigo foi muito útil. É gratificante ter sua atenção.

Você tem algum comentário, dúvida ou opinião? Conta pra gente!


blank

Chat online
1
Fale com o Portal MZ!
Tudo bem?
Fique à vontade para mandar mensagem :)
Faça parte do nosso grupo do Whatsapp!!