DestaquesPolíticaSaúde

Fórum dos Vice-Governadores discute propostas para aliviar efeitos da crise sanitária

Vice-governador, Darci Piana, durante reunião com representantes de 12 estados e do Distrito Federal.

 

Grupo fechou consenso pelo retorno do pagamento do auxílio emergencial por parte da União

Realizado por videoconferência, o encontro contou com a participação do vice-governador do Paraná, Darci Piana, e de representantes de mais 12 estados e do Distrito Federal.

Retorno do pagamento do auxílio emergencial por parte da União, aprovação do Pacto Federativo, ambos por meio de Proposta de Emenda à Constituição (PEC), e estratégias de combate à pandemia da Covid-19. Os temas de abrangência a todo o País dominaram a reunião do Fórum Nacional dos Vice-Governadores do Brasil nesta quinta-feira (18).

Piana destacou que é preciso encontrar saídas em conjunto, com a participação de todos os entes federativos, para amenizar os impactos econômicos, sociais e sanitários desta nova onda do coronavírus. Ele lembrou que a doença voltou com mais força e diferentes cepas a partir de fevereiro, especialmente na Região Sul do País.

“Sei que todos os estados estão adotando as medidas necessárias para minimizar os impactos dessa pandemia, mas atitudes integradas entre os governos estaduais, União e prefeituras terão mais força para ajudar a população diante desse atual cenário, tão preocupante”, afirmou.

Ainda em relação a processos que possam amenizar a circulação do vírus, os vice-governadores voltaram a pedir pressa na compra e distribuição de vacinas por parte do governo federal, além de destacar a necessidade de ampliação dos fornecedores do imunizante, o que resultará em mais agilidade na proteção da população.

Os vice-governadores alertaram ainda para a implementação de políticas que possam equilibrar os setores econômico e social. É consenso dentro do fórum a urgência na aprovação, por parte do Congresso Nacional, de medidas relevantes como a PEC do Pacto Federativo e também a execução imediata do que entrou em vigor com a promulgação da PEC Emergencial. “Propostas que vão colaborar com o Paraná e o Brasil para que saiam mais rapidamente desta crise”, disse Piana.

Além de viabilizar a volta do pagamento do auxílio emergencial, a PEC traz dispositivos para evitar o descontrole das contas públicas por parte de municípios, estados e União – a proposta foi promulgada pelo Congresso Nacional na segunda-feira (15).

Em relação ao auxílio, o governo federal trabalha com a ideia de quatro parcelas de pagamentos, que devem ficar entre R$ 175 e R$ 375. Já sobre as contas nacionais, a PEC determina que sempre que as despesas obrigatórias da União superarem 95% da despesa total sujeita ao teto de gastos, alguns gatilhos de contenção, para evitar descontrole fiscal, serão automaticamente acionados.

Portal MZ

 

Comentários
Posts relacionados
CoronaDestaquesPonta Grossa

PG registra 7 óbitos por Covid-19 nesta segunda-feira

Ponta Grossa registra 121* novos casos de Covid na cidade. No total são 36.877 total de casos confirmados segundo a Fundação Municipal… Compartilhe isso:TwitterFacebook
DestaquesPolicialPonta Grossa

Vídeo: Câmera de segurança flagra acidente após briga de trânsito no Sta. Paula

  Um acidente de trânsito foi flagrado por câmeras de segurança, na rua Nicolau Kluppel Neto, no bairro Santa Paula em Ponta… Compartilhe isso:TwitterFacebook
DestaquesEducaçãoPonta Grossa

Confira a lista dos 26 novos servidores e serventes convocados em PG

A Secretaria Municipal de Educação de Ponta Grossa está convocando mais 26 aprovados em teste seletivo e concurso público para a escolha… Compartilhe isso:TwitterFacebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chat online
1
Olá. Posso ajudar?
tudo bem ?
Fique a vontade para mandar mensagem :)
faça parte do nosso grupo do Whatsapp