Brasil Política Vitrine

General Heleno nega que orientou Sara Winter a atacar STF

23/11/2021 | 12:03 Por Nara Souza Modificado em 23, novembro, 2021 12:11

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, usou suas redes sociais para negar que tenha orientado a ativista de direita Sara Fernanda Giromini, autodenominada Sara Winter, atacar o Supremo Tribunal Federal (STF), no ano passado.

A postagem é uma reação às acusações que a ativista faz contra o ministro do GSI em entrevista à revista IstoÉ no último dia 19.

Essas orientações para atacar a imprensa, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o então presidente da Câmara Rodrigo Maia teriam sido passadas durante a ação do acampamento do movimento 300 do Brasil, investigado por ações antidemocráticas.

“Ele [Augusto Heleno] pediu para deixar de bater na imprensa e no Maia [Rodrigo Maia, então presidente da Câmara] e redirecionar todos os esforços contra o STF”, disse a ativista.

Pelo Twitter, no entanto, General Heleno negou as acusações.

Além de Heleno, Sara aponta os nomes de parlamentares e do presidente Bolsonaro na orientação dos ataques. Assim como fez o ministro do GSI, a Deputada Federal (PSL), Bia Kicis, também negou qualquer envolvimento com as afirmações feitas por Sara.

Você tem algum comentário, dúvida ou opinião? Conta pra gente!

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Chat online
1
Fale com o Portal MZ!
Tudo bem?
Fique à vontade para mandar mensagem :)
Faça parte do nosso grupo do Whatsapp!!