DestaquesPolíticaPonta Grossa

Greve no transporte em PG não tem prazo para terminar

Foto: Kauana Neitzel

 

Transporte segue com greve por tempo indeterminado

 

O transporte público na cidade de Ponta Grossa passa por momentos de tensão e incertezas. A população princesina foi pega de surpresa na manhã desta sexta 7, quando o Sintropas deflagrou greve geral paralisando 100% da frota do transporte repentinamente. O fim da greve não tem prazo determinado e pode estender-se nos próximos dias caso não haja uma solução para o pagamento dos salários atrasados.

Uma audiência de conciliação foi marcada para a próxima quarta-feira 12, participam da audiência a VCG, Sintropas e a prefeitura da cidade de Ponta Grossa, a Justiça entende que a prefeitura como concedente do serviço tem parte na responsabilidade dos pagamentos.

Os trabalhadores da Viação Campos Gerais (VCG) sofreram nos últimos meses com atrasos de salário, a categoria através do sindicato deflagrou greve para pressionar a empresa a regularizar os pagamentos, uma ordem judicial foi emitida obrigando os trabalhadores a retornarem ao serviço e o transporte passou a rodar com 50% da frota total, a mesma decisão oferecia um prazo para que a VCG regularizasse os salários atrasados.

Os trabalhadores descontentes com a empresa, sindicato e poder público, se mobilizaram e de maneira independente realizaram paralisações pontuais no transporte público de modo a mostrarem sua indignação com a falta de atitude de todos os responsáveis pelo transporte e sua concessão.

 

A Justiça do Trabalho bloqueou 10 contas bancárias da empresa na tentativa de recuperar R$2,2 milhões para o pagamento dos salários atrasados, porém, o dinheiro bloqueado não passou dos R$400 mil

Passados três dias de paralisações independentes a empresa reuniu-se com um grupo de trabalhadores onde realizaram um apelo para que os trabalhos continuassem para que a empresa retomasse o faturamento e assim fazer o possível para efetuar os pagamentos atrasados.

A Viação Campos Gerais com o Sintropas peticionaram um pedido para que ocorresse a liberação do dinheiro bloqueado nas contas da empresa, segundo a VCG o dinheiro bloqueado e as arrecadações realizadas durante a semana seria suficiente para realizar o pagamento de um mês de salário, caso a justiça aprovasse o desbloqueio, a empresa se responsabilizaria em efetuar o pagamento na última sexta-feira 7. O desbloqueio das contas foi negado pela Justiça na quinta-feira 6, o sindicato que representa a categoria decidiu então suspender a saída dos ônibus madrugueiros que apanhariam os funcionários VCG, neste momento foi deflagrado greve e o transporte foi 100% paralisado.

 

 

Redação Portal Mz Notícia
Comentários
Posts relacionados
BrasilDestaquesEconomia

Caixa paga hoje (22) terceira parcela do auxílio emergencial

A Caixa paga nesta terça-feira (22) a terceira parcela do auxílio emergencial aos trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas… Compartilhe isso:TwitterFacebook
DestaquesPolicialPonta Grossa

Homens entram armados em estabelecimento e realizam roubo em PG

Na manhã desta segunda-feira (21), dois indivíduos efetuaram roubo em um estabelecimento comercial. Armados por uma arma de fogo, revólver dirigiram-se ao… Compartilhe isso:TwitterFacebook
DestaquesPolicialPonta Grossa

Homem tenta furtar casa mas é pego pela PM

Na manhã desta segunda-feira (21), a Polícia Militar deu atendimento a uma ocorrência de furto. No local, a vítima, um homem de… Compartilhe isso:TwitterFacebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chat online
1
Olá. Posso ajudar?
tudo bem ?
Fique a vontade para mandar mensagem :)
faça parte do nosso grupo do Whatsapp