Ponta GrossaRegião Campos GeraisSocial

Igreja Assembleia de Deus abre inquérito para investigar denúncia e afasta pastor

 

 

O Pastor Presidente não deve retornar as atividades, independente do resultado das investigações.

 

A Igreja Evangélica Assembleia de Deus da cidade de Ponta Grossa instaurou um inquérito interno administrativo para apurar as acusações contra seu pastor presidente José Polini.

A igreja enfrenta uma grande crise com seus membros após vir à tona uma denúncia de assédio sexual supostamente realizada pelo pastor José Polini, que é pastor presidente da sede da Igreja Assembleia de Deus da cidade de Ponta Grossa.
As denúncias chegaram logo após Poline manifestar o pedido de afastamento e ‘aposentadoria’ do cargo. José exerce a função de pastor a mais de 60 anos, e está a frente da Igreja aproximadamente por 40 anos.

O Portal Mz Notícia procurou a administração da instituição buscando maiores detalhes sobre as denúncias recebidas. O vice-presidente Eneas Poline aceitou receber nossa reportagem e submeter-se a questionamentos em uma entrevista, Eneas informou que o presidente com 82 anos pediu afastamento devido sua idade avançada, para manter melhores cuidados com sua saúde.
Ao ser questionado se realmente o afastamento ocorreu pelo pedido de Poline ou devido às denúncias, Eneas respondeu.” Foi um processo que se iniciou a quase 90 dias, inicialmente foi acerca da questão de saúde e com algumas dificuldades ele manifestou o desejo de jubilação, e ele apresentou diante da convenção o desejo de transição do cargo. Assim que ele manifestou o desejo de jubilação, apresentou-se essa denúncia de suposto abuso sexual, que por sinal esta sendo devidamente averiguada pelo setor de ética da nossa convenção”, afirmou.

Uma pessoa que frequenta a igreja enfatizou a equipe do Portal Mz que em uma reunião foi apresentada uma denúncia contra o pastor presidente onde uma mulher estaria sendo abusada por mais de 10 anos e por isso ele foi afastado do cargo, de acordo com o denunciante, Poline receberia uma pensão de 15 salários mínimos após o afastamento e que isso não seria o ideal.

O pastor Eneas afirmou que o pastor presidente José Poline não foi afastado por conta das denúncias e diz desconhecer qualquer denúncia formal na justiça ou inquérito policial. “ Ele não foi afastado necessariamente por conta das denúncias, até porque o pedido foi realizado antes. Até onde eu sei inexiste uma denúncia formal na justiça sobre essas acusações”, pontuou.

No último sábado (19), houve aglomeração e tumulto de fiéis que realizavam a tentativa de adentrar nas dependências da igreja para participar da votação do nome de um novo presidente, quem esteve presente no local afirmou ter sido agredido e fiéis impedidos de participar da convenção.
Relembre o caso.

Sobre a situação citada  Eneas informou que houve sim a apresentação de um nome para possível presidente e ocorria uma reunião fechada entre membros da Igreja no exato momento em que ocorria tumulto e tentativa de invasão das dependências da instituição. “Houve a apresentação de um nome para possível presidente, havia sido apresentado em uma reunião de setoriais e seria apresentado imediatamente a reunião ministerial anterior a assembleia-geral conforme é dito no estatuto. Inclusive houve a situação de turbação enquanto ocorria a reunião ministerial administrativa e uma tentativa de invasão da reunião ás 18 horas, oque acabou inviabilizando a realização da assembleia-geral que ocorreria as 19h30.Na ocasião um portão da igreja foi estourado e duas pessoas foram contidas quando tentavam invadir o local, nós chamamos a polícia e temos que elogiar a maneira que a Policia Militar agiu com todos os envolvidos na tentativa de invasão antes do horário da assembleia-geral”, afirmou o vice-presidente da igreja.

A coordenação da Igreja Evangélica Assembleia de Deus informou: “Mesmo não existindo uma denúncia formal na justiça, o inquérito interno ocorre normalmente. Eclesialmente José Polini está afastado de suas atribuições até que se tenha um posicionamento final e conclusão da convenção. Independentemente das conclusões ele por vontade própria não retorna para a presidência da Assembleia de Deus”.

 

Redação Portal Mz Notícia
Posts relacionados
DestaquesPolicialPonta Grossa

Vídeo: Ônibus esmaga carro agora em Castro

Um acidente neste momento na rodovia que liga Castro a Carambeí, (30), onde um ônibus terminou esmagando um carro conttra um caminhão…. Compartilhe isso:Facebook
DestaquesPolicialPonta Grossa

Bandidos invadem igreja e furtam objetos em PG

A PM foi acionada para uma situação de furto em uma igreja, na manhã de ontem (29), na região de Uvaranas em… Compartilhe isso:Facebook
DestaquesEsportePonta Grossa

Cachoeira da Mariquinha recebe Corrida na Roça no próximo dia 15

A largada do circuito Corrida na Roça 2021 vai ser dada no dia 15 de agosto. E o palco, desta vez, é… Compartilhe isso:Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chat online
1
Olá. Posso ajudar?
tudo bem ?
Fique a vontade para mandar mensagem :)
faça parte do nosso grupo do Whatsapp