Ponta Grossa

Mãe, que acusou hospital de omissão, tem filha transferida para tratamento; Hospital emitiu nota de esclarecimento

25/11/2020 | 19:01 Por Notícias Mz Modificado em 25, novembro, 2020 7:01

Na madrugada desta quarta-feira (25), a Polícia Militar de Ponta Grossa foi acionada para tentar intervir em uma recusa de atendimento, em um hospital da cidade, conforme informou a mãe da paciente.

Por volta das 11 horas da manhã de ontem (24), Nelci Vieira levou a filha, de 4 anos, para o hospital, após a criança apresentar vomitos e já ter realizado procedimentos cirúrgicos, por possuir hidrocefalia.

A unidade realizou tomografia na paciente e o resultado acusou aumento na hidrocefalia, e como único tratamento a realização, com urgência, de uma cirurgia para colocação de mais uma válvula. Foi quando iniciou o problema. “A médica escreveu que a cirurgia deveria ser feita em carater de urgência, mas me falaram que não podiam fazer porque o plano de saúde não cobria a operação”, contou.

Ao portal Mz Notícia, Nelci contou que o hospital em questão acabou não dando continuidade ao tratamento da filha e ela foi transferida para o Hospital da Criança. “Estou aqui com ela, esperando que façam uma ressonância e daí vão operá-la”, informou a mãe.

A equipe do portal Mz Notícia também entrou em contato com o hospital para saber o que ocorreu. Segundo informado através de nota, todos os procedimentos médicos foram realizados em prol da criança, mas a mesma teve de ser transferida.

Confira a nota na integra

O Hospital Geral Unimed (HGU) vem a público esclarecer o atendimento prestado à paciente K. G. V. B, de quatro anos, na última terça-feira (24/11/2020).
Ao dar entrada no Pronto Atendimento da instituição, o hospital cumpriu com todos os protocolos e cuidados de acolhimento e atendimento à paciente. Foram realizados todos os procedimentos para tratamento dos sintomas e definição do diagnóstico.
Após a avaliação inicial, a cliente foi assistida, medicada, realizou exames complementares e permaneceu em observação até a confirmação do diagnóstico. Após foi encaminhada, seguindo todos as normas de segurança, à outra instituição para continuidade do tratamento. A medida foi tomada devido à cobertura assistencial do plano contratado pela família da paciente não contemplar internamentos e cirurgias para a patologia apresentada.
O HGU reforça o compromisso com o cuidado e segurança que tem com os pacientes e ressalta que todo o atendimento inicial, inclusive com a definição do diagnóstico, foi prestado adequadamente à criança, que recebeu toda a assistência necessária durante o período em que esteve no hospital.
A instituição permanece à disposição para qualquer esclarecimento.

What do you want to do ?

New mail

Você tem algum comentário, dúvida ou opinião? Conta pra gente!


Chat online
1
Fale com o Portal MZ!
Tudo bem?
Fique à vontade para mandar mensagem :)
Faça parte do nosso grupo do Whatsapp!!