DestaquesPolicialPonta Grossa

Médica do SAMU PG aciona polícia após UPA negar atendimento a paciente

 

Uma equipe do SAMU necessitou encaminhar uma paciente na tarde de ontem, 7, até a UPA Santana, em Ponta Grossa, mas o paciente foi recusado na Unidade pelo médico de plantão.

De acordo com as informações que coletamos, com exclusividade, a médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, Dra Michella Przybycien, havia solicitado o encaminhamento da paciente até o local para realizar aviação, já que ela teria uma suspeita de AVC que poderia ser avaliada na Unidade e posteriormente ser encaminhada a outro hospital.

Mas na chegada da paciente, o médico do plantão responsável não quis aceitar a paciente, Dr. João Paulo Lubczyk se pronunciou para nossa equipe e falou que o hospital não comporta este tipo de caso, “era isso que em todo o momento a gente pedia, que o paciente fosse atendido em um serviço especializado compativel com a gravidade do caso pra receber um tratamento adequado…”.

Ainda em conversa com o médico, nosso repórter perguntou se a UPA realmente não seria especializada para estes casos e o médico respondeu, “sem dúvida a gente atende muito sim pacientes no caso desta senhora, paciente com suspeita grave de AVC, diariamente…” mas segundo o médico, como o paciente estaria com o SAMU a responsabilidade seria da equipe encaminhar a um hospital especializado.

Duas viaturas da Polícia Militar foram acionadas pela médica do SAMU para resolver a situação, mas o médico não mudava a sua opinião. A médica ainda solicitou para a PM o encaminhamento do Dr. João, mas a polícia não quis realizar o pedido e falou que não seria o protocolo.

Segundo o filho da paciente, Daniel Ricardo dos Santos, morador do Santa Marta, ele teria sido informado que não haveria vaga para a sua mãe no local e a ambulância ja estava ali uma hora e quinze minutos parada, “rapaz, infelizmente não tem vaga, dai ela tava na ambulância no lado de fora aqui porque diz que não tem vaga pra atendimento”, concluiu.

Após uma hora e meia a Diretora da UPA Santana, que não quis falar com a nossa equipe, chegou até ao local e fez com que o médico aceitasse a paciente.

Nossa equipe solicitou uma entrevista com os profissionais do SAMU que gostariam de relatar o que ocorreu, mas não foram autorizados pela prefeitura, nem pela direção para falar a versão deles.

O Dr.Rodrigo Manjabosco, responsável pela SMS, falou também com a nossa equipe, “essa é uma questão de conduta, eles estão discutindo qual a melhor porta para atendimento, isso sempre existiu e existe em qualquer outro hospital…” o secretário ainda informou que a Unidade não era a especializada para o atendimento da paciente e sim poderia ser encaminhada ao Hospital Bom Jesus. “Não adianta o povo pressionar para deixar a paciente em qualquer lugar. Eles estão discutindo tecnicamente qual o melhor lugar para o atendimento a esta paciente”, concluiu.

Da redação MZNoticia.

 

Comentários
Posts relacionados
CoronaDestaquesPonta Grossa

PG registra sete mortes e 179 novos casos de Covid em 24h

Ponta Grossa registra  179* novos casos de Covid na cidade. No total são 44.576 total de casos confirmados segundo a Fundação Municipal… Compartilhe isso:TwitterFacebook
DestaquesEducaçãoParanáPonta Grossa

100% dos colégios estaduais de PG terão aulas presenciais em menos de um mês 

De acordo com a Secretaria de Estado da Educação do Paraná, a previsão para o retorno das aulas presenciais, nos 59 colégios… Compartilhe isso:TwitterFacebook
Ponta GrossaRegião Campos GeraisSocial

Igreja Assembleia de Deus abre inquérito para investigar denúncia e afasta pastor

  O Pastor Presidente não deve retornar as atividades, independente do resultado das investigações. Comentários Compartilhe isso:TwitterFacebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chat online
1
Olá. Posso ajudar?
tudo bem ?
Fique a vontade para mandar mensagem :)
faça parte do nosso grupo do Whatsapp