Brasil Geral Policial Vídeos Vitrine

Mulher é presa com 60 gatos e “Situação de podridão”

16/07/2022 | 20:41 Por Fabiano Blageski Modificado em 16, julho, 2022 8:41

Uma operação conjunta entre a Polícia Civil e a Subsecretaria Estadual de Proteção e Bem-Estar Animal resgatou 60 gatos e prendeu uma mulher por maus-tratos em uma cobertura no Leme, zona sul do Rio.

O apartamento em frente à praia, região nobre da cidade, estava em situação de calamidade por dentro. O ambiente estava sujo, insalubre e com dezenas de gatos em situação de maus tratos, se alimentando das próprias fezes.

Um dos gatos chegou a morrer após cair da cobertura há um mês. Os vizinhos, que já viviam insatisfeitos com a situação, denunciaram o caso à Subsecretaria Estadual de Proteção e Bem-Estar Animal.

“Essa situação já se tornou um caso de saúde pública, porque ela não alimentava os gatos, e a casa naquela situação de podridão. Para nós que moramos aqui já estava impossível conviver com tudo isso. Se quer ela aceitava nossa ajuda”, disse uma vizinha, que preferiu não se identificar.

Na primeira vez que a Secretaria foi até o local, cerca de 28 gatos foram resgatados. Todos viviam em um local completamente sujo, com fezes espalhadas para todos os lados, inclusive na cama onde a acusada dormia.

“Na primeira denúncia um gato havia caído da cobertura, oferecemos ajuda e ela não aceitou. Acionamos a polícia e retornamos com mandado de busca e retiramos todos os que encontramos hoje. Acreditamos que ela tenha escondido gatos em outro local, já desconfiando de uma nova operação. Todos já foram para uma clínica veterinária e em seguida vão ficar em um lar temporário até que sejam adotados,”, disse Camila Costa, Subsecretária Estadual de Proteção animal.

A ação durou cerca de cinco horas para resgatar os 60 gatos, com a colaboração inclusive da associação de moradores do Leme, que doou 700 quilos de ração para os animais que foram resgatados.

A delegada Flávia Monteiro, titular da 11ª DP (Rocinha), representou junto à Justiça a expedição de um mandado de busca e apreensão. A segunda operação aconteceu na manhã de quinta-feira (14/7).

Por volta das 6h da manhã, equipes das delegacias da Rocinha e de Copacabana, a Subsecretaria Estadual de Proteção e Bem-Estar Animal e da Secretaria de Governo (Segov) chegaram à cobertura. A proprietária tentou impedir a entrada dos agentes, mas acabou sendo presa em flagrante por maus-tratos.

“Montamos uma força-tarefa com a Subsecretaria Estadual de Proteção e Bem-Estar Animal e a Segov, para resgatar e salvar todos esses gatos que estavam sem água, sem comida, num ambiente lotado de fezes, urina, barata, completamente sem condições. A responsável pelo apartamento e pelos animais foi conduzida à delegacia e presa em flagrante pelo crime inafiançável de maus-tratos”, explicou a delegada.

Reprodução: Metrópoles

Receba atualizações em seu WhatsApp diariamente! Participe do grupo do Portal MZ Notícia

Você tem algum comentário, dúvida ou opinião? Conta pra gente!


blank

Chat online
1
Fale com o Portal MZ!
Tudo bem?
Fique à vontade para mandar mensagem :)
Faça parte do nosso grupo do Whatsapp!!