Brasil Vitrine

Polícia Civil do DF conclui que Wassef é inocente pela acusação de assédio sexual

26/09/2021 | 15:37 Por Nara Souza Modificado em 26, setembro, 2021 3:37

A Polícia Civil do Distrito Federal concluiu que o advogado Frederick Wassef não assediou uma mulher casada em um restaurante de Brasília no fim de agosto, ao contrário do que alegou o marido dela.

Imagens das câmeras de segurança e depoimentos das testemunhas mostram que Wassef não se aproximou da mulher e foi, na verdade, vítima de uma tentativa de homicídio.

O episódio ocorreu no restaurante Chicago Prime, no Lago Sul, que em uma das regiões mais nobres de Brasília. Na ocasião, Wassef foi atacado com uma faca do próprio restaurante pelo empresário do agronegócio Adroaldo Juliani, que estava no restaurante com a mulher Márcia e a filha do casal.

O motivo do ataque foi porque a mulher comentou com o marido que tinha sido assediada por Wassef no banheiro do estabelecimento, mas a versão seria falsa, conforme apuração da polícia.

Segundo o relatório, Márcia discutiu com Wassef depois de ela e a família consumirem grande quantidade de bebidas alcoólicas. O marido chegou a tentar se desculpar com Wassef.

A família foi embora do restaurante após a discussão, mas Adroaldo fez meia volta na caminhonete e retornou ao local disposto a matar Wassef que é conhecido por ser advogado do presidente Jair Bolsonaro e de outras pessoas da família dele.

“Na sequência as imagens mostram uma Dodge Ram de cor branca estacionando nas imediações do Chicago Prime. Do interior do veículo, o indiciado caminha até a mesa de Frederick Wassef e, após jogar o refrigerante da mesa no corpo da vítima (Wassef), pega uma faca e desfere um golpe (…), que só não o atinge pois ele joga seu corpo para trás, para evitar a estocada”.

Wassef tentou então se proteger entrando em um bar chamado Royal Lounge, onde usa uma cadeira para afastar o fazendeiro Adroaldo.

O caso irá agora para o Tribunal de Justiça do DF. Caberá ao Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) decidir se apresentará ou não denúncia contra Adroaldo Juliani.

Você tem algum comentário, dúvida ou opinião? Conta pra gente!

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Chat online
1
Fale com o Portal MZ!
Tudo bem?
Fique à vontade para mandar mensagem :)
Faça parte do nosso grupo do Whatsapp!!