Concurso e EmpregoDestaquesGeral

Sebrae/PR esclarece dúvidas sobre a declaração do Imposto de Renda pessoa física para MEI      

 

Evento do dia 25/03 vai abordar o tema para aqueles que são MEI, incluindo questões relacionadas ao auxílio emergencial

O Sebrae/PR promove nesta quinta-feira (25), às 17 horas, uma live sobre a declaração de Imposto de Renda de pessoa física para os microempreendedores individuais (MEI). Durante uma hora, o consultor do Sebrae/PR, Rodrigo Feyerabend, e o diretor da empresa DSM3 Global Services, Sergio Nigro, vão esclarecer os principais pontos e tirar as principais dúvidas em relação ao tema. O encontro pode ser acompanhado pelo link: https://youtu.be/ApMcaqVgaE4.

O principal objetivo do encontro é esclarecer que os microempreendedores individuais também precisam ficar atentos para a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física, que pode ser feita até 30 de abril. Para aqueles que perderem o prazo de declaração, a multa pode ir de R$ 165,74 e chegar a 20% do valor referente ao imposto devido. Além disso, separadamente, os MEI também precisam realizar a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN), com prazo até 31 de maio.

O tema é recorrente e sempre desperta dúvidas, mas, segundo Rodrigo Feyerabend, os MEI precisam ficar atentos especialmente em relação ao auxílio emergencial. Estima-se que, em 2020, o auxílio emergencial foi recebido por aproximadamente 5,2 milhões de MEI, quase a metade do total de MEI no país.

“O MEI era uma das categorias que puderam requisitar o auxílio emergencial, mas é importante ressaltar que o auxílio e os benefícios adquiridos pela Lei Aldir Blanc, de auxílio à cultura, devem ser declarados no Imposto de Renda de Pessoa Física, já que é considerado um rendimento tributável. O IRPF depende da condição como pessoa física e não como pessoa jurídica, por isso é importante separar os dois patrimônios”, afirma ele.

Para quem recebeu o auxílio ou benefício da Lei Aldir Blanc, é preciso realizar a declaração se os rendimentos tributáveis ao longo de 2020 foram maiores que R$ 22.847,76, sem incluir as parcelas dos benefícios. No caso de rendimentos acima do valor o sistema vai gerar automaticamente um DARF para ser pago no valor de R$ 3 mil ou R$ 6 mil (caso seja mãe monoparental/solteira), referente até as cinco primeiras parcelas do auxílio emergencial recebido, não sendo preciso devolver as parcelas extras de R$ 300 ou R$ 600 do benefício.

Já os MEI que não receberam o auxílio emergencial precisam declarar o IRPF se tiveram ao longo de 2020 rendimentos tributáveis acima de 28.559,70. Para isso, é preciso considerar os valores transferidos do MEI para a pessoa física ao longo do ano. Os lucros são isentos enquanto os demais valores são tributáveis. O consultor do Sebrae/PR lembra que os microempreendedores individuais possuem isenção de 8% (Comércio, Indústria e Transporte de Cargas); 16% (Transporte de passageiros) e 32% (Serviços em geral sobre a receita bruta anual da empresa).

“O MEI pode isentar 100% da receita bruta desde que tenha a contabilidade completa, com a escrituração completa com todos os dados presentes na Receita Federal e registro de livro protocolado na Junta Comercial”, explica.

Os MEI também são obrigados a declarar o imposto de renda pessoa física se tiver ganhos de mais de R$ 40 mil isentos, não tributáveis ou tributados na fonte no ano (como indenização trabalhista, saque do FGTS ou rendimento de poupança); ganhos com a venda de bens; compra ou venda de ações na Bolsa; se era dono de bens de mais de R$ 300 mil, passou a morar no Brasil em qualquer mês de 2020 e ficou aqui até 31 de dezembro ou se vendeu um imóvel e comprou outro num prazo de 180 dias, usando a isenção de IR no momento da venda.

 

Assessoria de Imprensa Sebrae/PR

Telefones: (42) 98827-9194 | (41) 3330-5895

Comentários
Posts relacionados
DestaquesPolicialPonta Grossa

Homem corta a própria perna com facão, em Ponta Grossa

Um homem de 68 anos terminou tendo ferimentos graves após se cortar com um facão, na rua Mauricio de Nassau, no Nova… Compartilhe isso:TwitterFacebook
DestaquesPolicialPonta Grossa

Jovem morto em atropelamento é identificado, em Ponta Grossa

Um atropelamento na BR 376 na madrugada de hoje, 22, tirou a vida de um jovem, em Ponta Grossa. Gabriel Bueno, 19… Compartilhe isso:TwitterFacebook
DestaquesPolicialPonta Grossa

Mãe e bebê são atropelados por carro, no Nova Rússia

Uma mulher de 27 anos e seu filho de apenas 5 meses foram atropelados por um veículo na tarde de ontem, 21,… Compartilhe isso:TwitterFacebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chat online
1
Olá. Posso ajudar?
tudo bem ?
Fique a vontade para mandar mensagem :)
faça parte do nosso grupo do Whatsapp