DestaquesGeralPolicial

Vídeo: Jovem que escolheu bebês para ataque em creche de SC revela motivos chocantes

Foto: Roberto Bortolanza/NDTV/ND

 

Em uma entrevista coletiva autoridades da força de segurança revelaram detalhes sobre o atentado na creche Pró- Infância Aquarela, na cidade de Saudades, no Oeste de Santa Catarina, o delegado responsável pelo inquérito, Jerônimo Marçal Ferreira, definiu como covarde o crime cometido pelo jovem de 18 anos.

Conforme o delegado, o autor teria deixado claro que escolheu as vitimas por conta da fragilidade. A investigação apontou que o alvo do suspeito era pessoas que estudaram com ele na época de escola.

No entanto, os planos do jovem não se consumaram porque ele não conseguiu adquirir uma arma de fogo. Mais detalhes revelam que ele não teve coragem de atacar pessoas da mesma faixa etária.

“A família chegou a ter contato com elas [armas], mas não sabia do que se tratava”. A definição da creche para a chacina foi feita no dia em que chegaram as armas – espécie de espada ou adaga. “Todas as pessoas do seu ciclo não tinham ideia, ele nunca tinha demonstrado isso [a ideia do massacre]”, complementa.

“Como ele não conseguiu [a arma de fogo], ele achou que não daria conta de enfrentar esses rapazes com arma branca. Isso mostra que, o ato dele por si só, o que ele fez, já seria covarde porque foi contra crianças e mulheres que não tinham condições de se defender. Mas isso mostra que foi um ato ainda mais covarde”, diz Ferreira.

Confira a entrevista coletiva

Informações – ND+

Comentários
Posts relacionados
BrasilGeralPolicial

Casal é encontrado morto em apartamento de bairro nobre do Rio de Janeiro

Nesta noite de terça feira (22), um casal foi encontrado morto, em um apartamento no Leblon, na Zona Sul do Rio de… Compartilhe isso:TwitterFacebook
CoronaGeralPonta Grossa

Casa Noturna recebe multa por aglomeração no valor de R$10 mil

A casa noturna Liberal Fantasy, denunciada em reportagem do portal MZ Notícia, foi multada pela Prefeitura de Ponta Grossa no dia 12… Compartilhe isso:TwitterFacebook
DestaquesPolicialPonta Grossa

Familiares procuram jovens de 13 e 17 anos que estão desaparecidas em Ponta Grossa

Familiares juntamente com o setor de Investigação da Polícia Civil de Ponta Grossa, procuram duas jovens que estão desaparecidas, desde o dia… Compartilhe isso:TwitterFacebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chat online
1
Olá. Posso ajudar?
tudo bem ?
Fique a vontade para mandar mensagem :)
faça parte do nosso grupo do Whatsapp