Economia Política Vitrine

GM anuncia R$ 7 bilhões em investimentos no Brasil entre 2024 e 2028

24/01/2024 | 17:25 Por Redação MZ Modificado em 24, janeiro, 2024 5:25

A General Motors (GM) anunciou nesta quarta-feira (24) investimentos de R$ 7 bilhões no país, entre 2024 e 2028. O anúncio foi feito em Brasília, com a presença do presidente internacional da companhia, Shilpan Amin.

Além de Amin, o encontro contou com o presidente da GM América do Sul, Santiago Chamorro, e o vice-presidente de Políticas Públicas, Comunicações e ESG da GM para América do Sul, Fabio Rua.

“O Brasil é estratégico para o plano global de expansão de negócios da GM. Além de ser um polo exportador de veículos para a América do Sul, conta com um amplo centro de desenvolvimento de engenharia e é um mercado com alto potencial de crescimento com vocação também para veículos de novas tecnologias”, explicou Amin.

A empresa completa 99 anos no Brasil na próxima sexta-feira. Segundo a montadora, o foco do novo ciclo de investimentos será acelerar a mobilidade sustentável, com a renovação do portfólio de veículos e desenvolvimento de novas tecnologias. As atuais fábricas no país serão modernizadas, para serem mais “ágeis e sustentáveis”, de acordo com o grupo.

A GM e subsidiárias vendem veículos sob as marcas Chevrolet, Buick, GMC, Cadillac, Baojun e Wuling.

Demissões em outubro

Em outubro, a empresa anunciou mais de 1.000 demissões nas fábricas de São Caetano do Sul, São José dos Campos e Mogi das Cruzes. Os cortes depois foram cancelados, por decisão judicial, e a empresa abriu um programa de incentivo para demissão voluntária.

Questionado sobre o tema, Fábio Rua afirmou que elas foram pontuais e sob conjuntura específica.

“As demissões foram feitas em uma conjuntura específica. Foram ajustes pontuais e que deram dor no coração. Mas a visão de longo prazo é continuar empregando e investindo”, afirmou.

Na época, sindicatos de metalúrgicos ligados à montadora recorreram ao governo e ao ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, para tentar reverter os cortes. O ministro determinou ao superintendente regional do Trabalho em São Paulo, Marcus Pontual, a realização de uma mesa de negociação da GM com Sindicatos para tratar desse assunto.

Por telegrama, a General Motors comunicou aos empregados, num final de semana, sobre as demissões, a partir do dia 23 de outubro, alegando adequação do quadro de funcionários.

Você tem algum comentário, dúvida ou opinião? Conta pra gente!


Chat online
1
Fale com o Portal MZ!
Tudo bem?
Fique à vontade para mandar mensagem :)
Faça parte do nosso grupo do Whatsapp!!