Policial Vitrine

Polícia identifica suspeitos de matar jovem encontrado morto dentro poço em PG

31/05/2023 | 11:33 Por Redação MZ Modificado em 31, maio, 2023 11:33


A Polícia Civil informou hoje (31) que em razão de ter sido encontrado, no dia 22/01/2023, um pé humano em um poço na região do Itaiacoca, foi solicitado ao Corpo de Bombeiros a realização de diligências no local visando verificar a existência de outros restos mortais.

 Segundo a Polícia,  diante da solicitação, uma nova incursão foi realizada, onde foram localizadas outras partes ósseas, bem como a carteira da possível vítima, o senhor  João Augusto Marchioto, desaparecido no ano de 2019.

Na época do desaparecimento de João Augusto Marchioto, foi instaurado inquérito policial que acabou concluindo que João Augusto, assim como Kamili Bianca de Goes e Leopoldo Ricieri Carneiro teriam sido assassinados por Emerson Luiz Martins Ferreira e Antonio Batista Ferreira.

As investigações apontaram que os investigados teriam ocultado o corpo das vítimas, sem que na época, tenham sido estes encontrados.

As investigações, presididas pelo dr. Fernando Maurício Jacinski, então titular do setor de homicídio, apontaram que os investigados teriam matado Leopoldo Ricieri por vingança, pois Leopoldo estaria envolvido no assassinato de Everson Antonio Martins Ferreira, filho de Antonio e irmão de Everson.

Na ocasião, Antonio e Emerson assassinaram Kamili e João, que não teriam ligação com o homicídio e teriam sido assassinadas apenas por estarem no local na companhia de Leopoldo.

Diante dos robustos elementos coletados na investigação, Emerson e Antonio foram denunciados pelo Ministério Público e pronunciados, para que sejam submetidos a juri popular, pelos crimes de homicídio qualificado por motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de defesa das vítimas, bem como por ocultação de cadáver, além de um crime de furto, pois os investigados teriam subtraído o telefone de uma das vítimas.

A Polícia Civil informa que está sendo avaliado junto ao Corpo de Bombeiros a possibilidade de realização de nova incursão para busca de mais restos mortais no local, avaliado como de difícil acesso e periculosidade pelos militares.

Você tem algum comentário, dúvida ou opinião? Conta pra gente!


Chat online
1
Fale com o Portal MZ!
Tudo bem?
Fique à vontade para mandar mensagem :)
Faça parte do nosso grupo do Whatsapp!!