Apontado como mandante da morte de Marielle, Brazão fez campanha para Dilma do PT
Política Vitrine

Apontado como mandante da morte de Marielle, Brazão fez campanha para Dilma do PT

23/01/2024 | 14:46 Por Redação MZ Modificado em 23, janeiro, 2024 2:52

Delatado à Polícia Federal como mandante da morte de Marielle Franco, Domingos Brazão atuava com desenvoltura no espectro do Centrão da política fluminense, antes de virar conselheiro do TCE-RJ. Na última eleição presidencial na qual pôde se manifestar, declarou apoio à reeleição de Dilma Rousseff, em 2014.

Na eleição em que Domingos Brazão apoiou Dilma, o MDB “rachou” estrategicamente. Parte da sigla optou pelo apoio à petista, e outra, pelo então candidato Aécio Neves (PSDB). Jorge Picciani, por exemplo, divergiu de Brazão e declarou apoio ao tucano.

Dessa forma, o MDB conseguiria garantir participação no futuro governo, independentemente de quem fosse escolhido presidente da República. Em maio, Domingos Brazão havia sido apontado como o mandante da morte de Marielle por um dos investigados.

Novo comentário

Você tem algum comentário, dúvida ou opinião? Conta pra gente!


Chat online
1
Fale com o Portal MZ!
Tudo bem?
Fique à vontade para mandar mensagem :)
Faça parte do nosso grupo do Whatsapp!!