Geral Paraná Vitrine

Confira os locais e datas em que o pedágio volta a funcionar no Paraná

20/01/2024 | 17:08 Por Nara Souza Modificado em 20, janeiro, 2024 5:12

O Grupo Pátria esteve na sede da Prefeitura de Curitiba esta semana para apresentar o plano de ação para as estradas da região de Curitiba e interior. A informação é do GMC online.

A via Araucária vai controlar o pedágio do Lote 1 das concessões rodoviárias do Paraná, um trecho de 473 quilômetros de rodovias federais e estaduais entre Curitiba, Região Metropolitana, Centro-Sul e Campos Gerais. A previsão é de que a concessionária invista R$ 7,9 bilhões nas obras neste trecho.

Segundo nota da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) “A Via Araucária iniciará as operações e prestação dos serviços nos trechos 30 dias após a assinatura do contrato. A cobrança das tarifas somente ocorrerá após a revitalização completa das praças de pedágio já existentes e a vistoria técnica da Agência.

Ainda conforme o comunicado, os serviços pré-operacionais já foram iniciados. Ainda não é possível prever quando se dará início ao pagamento das tarifas.

Lote 2

Quanto ao segundo lote das concessões rodoviárias do Paraná também já foi a leilão, arrematado pelo Grupo EPR que fará a gestão de 605 quilômetros de estradas nas regiões de Curitiba, Litoral, Campos Gerais e Norte Pioneiro. A previsão é de que assinatura do contrato seja feita em fevereiro.

Lotes 3 e 6

Os lotes 3 e 6 das novas concessões rodoviárias do Paraná devem ser leiloados ao longo de 2024. O lote 3 inclui trechos das BRs-369, 373, 376 e das PRs-170, 232, 445 e 090, enquanto o lote 6 engloba as BRs-163 e 277 e as PRs-158, 180, 182, 280 e 483.

Lotes 4 e 5

O cronograma de concessão para os lotes 4 e 5 dos novos pedágios do Paraná são os que incluem rodovias da região noroeste e os que mais atingem a região de Maringá. Ao GMC Online, em dezembro, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informou os lotes 4 e 5 estão em fase de elaboração, com previsão de lançamento de edital e de leilão em 2025.

Empregos

A Via Araucária estima gerar mais 800 empregos diretos até o início da operação do pedágio, que começa no dia 26 de fevereiro. Existem vagas para operadores de pedágio, atendimento ao cliente, técnicos de obras, motoristas, entre outras. As inscrições para as vagas de trabalho podem ser feitas por este link.

Você tem algum comentário, dúvida ou opinião? Conta pra gente!


Chat online
1
Fale com o Portal MZ!
Tudo bem?
Fique à vontade para mandar mensagem :)
Faça parte do nosso grupo do Whatsapp!!