Ponta Grossa Vitrine

Hospital Bom Jesus suspende atendimentos aos pacientes cardiológicos do SUS

04/05/2023 | 16:39 Por Redação MZ Modificado em 04, maio, 2023 4:47

O Hospital do Coração Bom Jesus suspendeu nesta quinta-feira (4) os atendimentos aos novos pacientes cardiológicos do Sistema Único de Saúde (SUS). O anúncio foi divulgado hoje através de uma nota à imprensa. De acordo com a instituição, há a falta de repasses de verbas da Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (Sesa). O valor chega a R$ 4,7 milhões.

“O diretor técnico conforme suas atribuições, direitos e responsabilidades técnicas e éticas perante as condições mínimas de atendimento aos pacientes e o exercício profissional de médicos e afins, declara a impossibilidade de admissão de novos pacientes do sistema único de saúde (sus) que necessitam do serviço de cardiologia clínica e cirúrgica nesta instituição a partir das 07h00 do dia 04/05/2023, onde não existe condições de tratamento devido ao desabastecimento de materiais, medicamentos e OPME (órteses, próteses e materiais especiais)”, diz o ofício do Hospital.

O Bom Jesus informou ainda que a Sesa não repassou o valor de R$ 427 mil referente a uma diferença contratual dos atendimentos de média e alta complexidade e diárias de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

Veja o que diz o ofício do hospital.

O Hospital Bom Jesus A PARTIR DE HOJE, não atende mais pacientes do SUS para tratamento na especialidade de cardiologia clinica e cirúrgica.

A Oficio foi divulgado ontem para outros órgãos competentes e para que não mandem mais paciente para o hospital.

Ofício AD05-2023 ADM 032

Ponta Grossa, 03 de maio de 2023.

Ao

SAMU/SIATE

Central de Regulação de Leitos do Paraná

3ª Regional de Saúde de Ponta Grossa

Secretaria de Estado da Saúde do Paraná

Secretaria de Saúde de Ponta Grossa

Conselho Regional de Medicina do Paraná

Conselho Regional de Enfermagem do Paraná

Conselho Municipal de Saúde de Ponta Grossa

Ministério Público do Paraná

Prezados (as),

O Hospital do Coração Bom Jesus pertencente a Associação Hospitalar Bom Jesus, pessoa jurídica de direito privado, instituição Filantrópica, inscrita no CNPJ/MF sob no 75.608.547/0001-73, com sede na cidade de Ponta Grossa, Estado do Paraná, situado a Rua Dom Pedro II, nº 108, bairro Nova Rússia, prestando serviços de saúde há 61 anos, representada pela diretora vice-presidente Irmã Maria Oliva Hlatchuk e pelo diretor técnico Dr. Pedro Ricardo de Souza Compasso.

O diretor técnico conforme suas atribuições, direitos e responsabilidades técnicas e éticas perante as condições mínimas de atendimento aos pacientes e o exercício profissional de médicos e afins, DECLARA A IMPOSSIBILIDADE DE ADMISSÃO DE NOVOS PACIENTES DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (SUS) QUE NECESSITAM DO SERVIÇO DE CARDIOLOGIA CLÍNICA E CIRÚRGICA nesta instituição a partir das 07h00 do dia 04/05/2023, onde não existe condições de tratamento devido ao desabastecimento de materiais, medicamentos e OPME (órteses, próteses e materiais especiais).

O Hospital do Coração Bom Jesus vem por meio deste informar que realizou reunião com a Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (SESA) nos dias 05/04/2023 e 20/04/2023, onde foram discutidas as dificuldades financeiras enfrentadas pelo hospital, na ocasião foram apresentadas emendas parlamentares e auxílios financeiros referentes a valores a receber da SESA, como também o termo aditivo que prevê o acréscimo de 180 AIH (autorização de internação hospitalar) de média complexidade e o reajuste financeiro dos serviços previstos no contrato com a SESA prometido para início de janeiro/2023, diante disso a SESA ainda não efetuou os dois pagamentos abaixo previstos para serem saldados até o dia 14/04/2023:

1. Devido a não formalização do termo aditivo do contrato do hospital com a SESA em janeiro/2023, foi proposto pela SESA o repasse dos valores da diferença contratual das AIHs (média e alta complexidade e diárias de UTI) referente ao período de 22/11/2022 até o dia 31/03/2023, sendo prometido o repasse do valor aproximado de R$ 427.000,00 (quatrocentos e vinte e sete mil reais).

2. Realizar o repasse da emenda parlamentar referente ao protocolo nº 16.604.279-8 para aquisição de equipamentos no valor de R$ 985.450,34 (novecentos e oitenta e cinco mil, quatrocentos e cinquenta reais e trinta e quatro centavos).

No entanto o Hospital do Coração Bom Jesus possui os valores a receber da SESA descritos na tabela abaixo que somam a quantia total de R$ 4.750.333,40 (quatro milhões, setecentos e cinquenta mil, trezentos e trinta e três reais e quarenta centavos).

Com o recebimento dos valores relacionados na tabela, o hospital vai conseguir comprar materiais, medicamentos, OPME e saldar os honorários atrasados com os médicos e pagar os fornecedores, como também adquirir equipamentos.

Ressaltamos conforme a análise das contratualizações realizadas entre o Hospital do Coração Bom Jesus e a SESA para atendimento dos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), foi verificado a ausência de reajustes financeiros no valor da AIH de média complexidade no período de 08 anos e da AIH de alta complexidade no período de 10 anos, contribuindo desta forma ao longo dos anos com o desequilíbrio financeiro do hospital.

No dia 20/04/2023 o hospital realizou apresentação na SESA demonstrando estas informações e também proposta para reajuste do contrato para equilíbrio financeiro e continuidade da prestação dos serviços de saúde aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

Você tem algum comentário, dúvida ou opinião? Conta pra gente!


Chat online
1
Fale com o Portal MZ!
Tudo bem?
Fique à vontade para mandar mensagem :)
Faça parte do nosso grupo do Whatsapp!!