Trabalhador morre após sofrer choque no teto do Tribunal Superior do Trabalho
Policial Vitrine

Trabalhador morre após sofrer choque no teto do Tribunal Superior do Trabalho

09/07/2024 | 15:25 Por Redação MZ Modificado em 09, julho, 2024 3:40

 

Um homem, de 39 anos, morreu nesta terça-feira (09) após sofrer um choque elétrico na cobertura da sede do Tribunal Superior do Trabalho (TST), no Setor de Administração Federal Sul (Safs), em Brasília (DF). Ele era um funcionário terceirizado do órgão.

O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) encontrou a vítima no chão, em parada cardiorrespiratória, próximo a painéis de energia solar instalados no topo do prédio. O homem fazia a manutenção dos aparelhos na cobertura no topo do prédio no momento do acidente e utilizava os devidos equipamentos de proteção.

Quando os socorristas chegaram, a vítima tinha sofrido a descarga elétrica pouco antes. Os bombeiros efetuaram os protocolos de reanimação cardiopulmonar por cerca de 50 minutos, mas a vítima não resistiu.

 

A médica da equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que dava apoio à ocorrência confirmou a morte do homem. O caso será investigado pela Polícia Civil (PCDF).

Em nota, o TST lamentou o ocorrido e afirmou estar dando assistência à vítima. Leia a nota na íntegra:

 

“Um trabalhador terceirizado de 39 anos do Tribunal Superior do Trabalho faleceu nesta terça-feira (9), após receber uma descarga elétrica quando fazia a manutenção de placas solares localizadas na cobertura do bloco B do edifício-sede do Tribunal.Imediatamente, a equipe de bombeiros-civis do próprio TST iniciou os primeiros socorros e atuou ao lado do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF), que foi acionado assim que o acidente ocorreu.A vítima sofreu uma parada cardíaca, e os bombeiros do CBMDF atuaram nas manobras de ressuscitação por quase uma hora, mas o eletricista não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo no local. A morte foi confirmada por uma médica do Samu.No momento do acidente, o profissional utilizava todos os equipamentos de proteção individual necessários para lidar com manutenções em rede elétrica. O Tribunal Superior do Trabalho lamenta profundamente o ocorrido e está prestando todo apoio e solidariedade à família da vítima. Reafirma, também, o seu compromisso com os mais altos padrões de segurança do trabalho e informa que está colaborando com as investigações das autoridades policiais.”

Você tem algum comentário, dúvida ou opinião? Conta pra gente!


Chat online
1
Fale com o Portal MZ!
Tudo bem?
Fique à vontade para mandar mensagem :)
Faça parte do nosso grupo do Whatsapp!!